domingo, 17 de julho de 2011

Copa do Mundo Feminino - Japão é campeão



Beat Reusser
de Jesus






O Japão é campeão mundial de futebol feminino. Após empate por 2 a 2 com os Estados Unidos na prorrogação, as japonesas venceram por 3 a 1 nos pênaltis, em Frankfurt, na Alemanha, e conquistaram a Copa do Mundo pela primeira vez. Apesar de chegar à decisão como favorita, as experientes jogadoras norte-americanas sentiram a pressão e desperdiçaram três penalidades, enquanto o Japão errou apenas uma.


Vinda do banco de reservas, Alex Morgan fez o que parecia ser o gol do título americano até Miyama empatar, se aproveitando de sequência de falhas da defesa adversária.

A honra de decidir parecia que caberia então a Wambach, que marcou de cabeça aos 9min do primeiro tempo da prorrogação e chegou ao seu décimo-terceiro gol em Mundiais, um a menos que as recordistas Marta e a alemã Birgit Prinz. Mas o Japão buscou forças e conseguiu igualar mais uma vez aos a três minutos do final, com Sawa, que, com cinco gols em todo o torneio, se tornou artilheira do campeonato.

Com o título, o Japão entra no seleto grupo de seleções que já conquistaram o Mundial Feminino. Ao lado da Alemanha, as próprias norte-americanas são as que mais conquistaram a competição, com dois títulos cada. A Noruega é a única outra seleção que também já levantou o troféu, em 1995.

Um comentário:

Beat Reusser de Jesus disse...

Die japanische Frauen-Nationalmannschaft ist zum ersten mal Weltmeister geworden! Die Asiatinnen schlagen die USA im Final 5:3 nach Penaltyschiessen. Zuvor geben die Amerikanerinnen zweimal einen Vorsprung preis.

Die überraschenden Japanerinnen können nach den Siegen gegen Gastgeber und Topfavorit Deutschland im Viertelfinal sowie gegen Schweden im Halbfinal ihren erstaunlichen Parcours zu einem glücklichen Ende bringen.

Im Penaltyschiessen zeigen sie sich deutlich nervenstärker als die USA und setzen sich mit 3:1 durch. Saki Kumagai verwertet den entscheidenden Penalty, nachdem zuvor die japanische Keeperin Ayumi Kaihori zwei Versuche der USA gestoppt hat.