segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Mundial Sub-17, SUIÇA É CAMPEÃ





Beat Reusser
de Jesus











A Suíça é campeã mundial sub-17. Neste domingo, o time comandado por Dany Ryser venceu a Nigéria, país-sede, por 1 a 0, no Estádio Nacional de Abuja, e consagrou-se vencedora do Mundial da categoria, logo em sua primeira participação na história da competição. É o primeiro título do país em uma competição organizada pela Fifa.

Os suíços fizeram uma campanha impecável no torneio, com sete vitórias nas sete partidas. Na primeira fase, foi líder do Grupo B, contra México, Brasil e Japão. Depois, eliminou Alemanha, Itália e Colômbia para ir à final. Marcou 18 gols e sofreu apenas sete.

Todavia, no início da partida, foram os nigerianos a terem pressionado pelo gol. Logo aos quatro minutos, em cobrança ensaiada de escanteio, a bola foi cruzada para a segunda trave, onde Ramon Azeez tocou para trás. Abdul Ajagun bateu forte e rasteiro, da entrada da área, e o defensor Charyl Chappuis evitou o gol nigeriano, em cima da linha.

No instante seguinte, Ajagun recebeu passe em profundidade, chegou livre à grande área e tentou tocar, mas Benjamin Siegrist, goleiro suíço, evitou o gol, defendendo parcialmente. No rebote, Stanley Okoro chutou, e Siegrist defendeu mais uma vez.

Os suíços só chegaram pela primeira vez aos 30 minutos, num rápido contra-ataque, quando quase marcaram. Todavia, Seferovic acabou errando o chute, quase na pequena área, e permitiu que a defesa nigeriana retomasse a bola.

No retorno ao segundo tempo, a Nati voltou com maior velocidade no ataque, e criou a primeira chance de gol da etapa final. Aos 12, em jogada pela meia-direita, Nassim Ben Khalifa passou a bola de lado, e Seferovic chutou forte, ao lado esquerdo do gol de Dami Paul.

E Seferovic seria o autor do gol do título, aos 18 minutos. Em escanteio pela esquerda, Oliver Buff cobrou, o jogador do Grasshopper superou Azeez na disputa aérea e cabeceou no canto esquerdo de Paul, deixando o placar em 1 a 0 para os suíços.

Em desvantagem no placar, a Nigéria fortaleceu o ataque. Aos 21 minutos, Sani Emmanuel veio pela esquerda, fintou a defesa com dribles curtos, chegou à linha de fundo e cruzou rasteiro, mas nenhum nigeriano chegou a tempo de finalizar. O técnico John Obuh colocou em campo Olarewaju Kayode e Yusuf Otubanjo, e quase conseguiu o empate em jogada confusa, aos 33.

Após cruzamento para a área, Okoro cabeceou no travessão de Siegrist. No rebote, os jogadores nigerianos tentaram completar a jogada, e a bola chegou a ultrapassar a linha divisória para o gol, mas o árbitro uruguaio Martin Vazquez já havia apitado falta sobre Siegrist.

Deixando espaço no contra-ataque, a Suíça quase aproveitou para fazer o segundo gol, aos 46, quando Ben Khalifa recebeu a bola livre, na direita da grande área, mas chutou para a defesa de Paul. Entretanto, o jogo acabou aos 48, e a Suíça celebrou seu primeiro título mundial sub-17.




Decisão de 3º lugar


A seleção espanhola conquistou o terceiro lugar, ao derrotar a Colômbia por 1 a 0, na cidade de Abuja.

Vice-campeã da última edição do torneio, em 2007, a Espanha conseguiu o gol da vitória aos 30 minutos do segundo tempo, marcado pelo meia Isco.

2 comentários:

Edilene disse...

Quem diria né Schatz suiça campeã de sub 17 Valeu suiça

CARLOS AUGUSTO - GER. DO BLOG disse...

A Suiça vem crescendo no futebol tanto é que já esta classificada para o mundial da África do Sul em 2010, para mim não foi surpresa, pois a campanha que fez no mundial Sub-17, foi invicta, bem merecida, parabéns, Beat e toda Suiça,